Danoninho Para Levar, em sachê, é uma opção nutritiva e prática para fazer parte de um lanchinho saudável, acompanhando as crianças onde quer que elas estejam.

Danoninho, marca reconhecida pelo foco em crianças e comprometida com o desenvolvimento de produtos que atendam às suas necessidades nutricionais lança, após mais de dois anos de estudos e pesquisas, Danoninho Para Levar. Com as mesmas características nutricionais do famoso petit suisse da marca, o novo produto, em sachê, traz uma característica inovadora e que vai de encontro a uma necessidade clara: a possibilidade do consumo fora do lar, após algumas horas fora da geladeira.

Desde sua origem, a marca estuda os hábitos alimentares das crianças, assim como os fatores que influenciam a escolha dos alimentos pelos pais. Foi a partir desses estudos que a marca reduziu no Brasil, desde 1999, mais de 40% de açúcar total em sua fórmula e que agora, pautada em ciência e técnicas inovadoras lança uma embalagem inovadora para a categoria: o Danoninho Para Levar. O novo produto pode permanecer até 5h fora da geladeira, o que ajuda os pais a garantirem a qualidade nutricional das lancheiras, além de estimular a autonomia no momento do lanche, através de sua embalagem, que é fácil de abrir e não requer colher – é só apertar!

O lançamento faz parte de uma iniciativa global, como consequência dos resultados de estudos que mostraram dados alarmantes a respeito dos lanches das crianças em todo o mundo. No Brasil, o estudo Nutri-Brasil Infância II apontou que as crianças brasileiras estão consumindo mais de 70% da quantidade de açúcar diária recomendada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) apenas nos lanches intermediários. A inadequação nutricional se agrava nos lanches realizados fora de casa, devido aos cuidados que alguns alimentos que deveriam compor a lancheira podem demandar para o consumo. O uso de utensílios domésticos para o descasque e corte de frutas e a demanda por refrigeração, nos casos dos lácteos, podem explicar a menor ingestão destes alimentos fora do domicilio, como mostrou o estudo sobre Lanches Intermediários de Crianças e Adolescentes Brasileiros.

X